Notícias




Clarice Gonçalves. Partitura Performática, 2021 (still).
30/8/2021

Ato I: Partitura Performática・Clarice Gonçalves


Na próxima sexta, 3, apresentamos Ato I: Partitura Performática, jam-performance de Clarice Gonçalves ao som do Duo Tartamudo, com curadoria de Sissa de Assis. O ato, uma performance de dança no interior da galeria, será projetado ao vivo na vitrine, a partir das 20h. Logo em seguida, às 21h, haverá uma conversa com Clarice Gonçalves, Duo Tartamudo e a curadora. Vagas limitadas. Agendamento através do e-mail contato@decurators.org.

“Parte do experimento pictórico performativo em três atos, imaginado através da constatação da repetição de rastros performáticos no processo de criação em pintura. Com alguma frequência me via performando poses ou sentires que usava como referência para a pintura. Dei-me conta também que o dançar sempre foi uma linguagem-ferramenta que desenvolvi durante os anos em paralelo com a pintura de forma velada, e que o meu pintar vem sempre de um desaguar das vivências no meu corpo.”



Carlos Lin. TramaTempo, 2021 (detalhe).
30/7/2021

TramaTempo・Carlos Lin


De 30 de julho a 20 de agosto, apresentamos TramaTempo, exposição de Carlos Lin com curadoria de Marília Panitz. A instalação na vitrine está disponível para visitação 24 horas por dia, em todos os 7 dias da semana. Visitação com agendamento pelo número (61) 99694-3508.

“Os objetos são resultados de pesquisa com materiais naturais orgânicos e constituem-se de formas vazias que remetem a casulos variados suspensos no ar por fios invisíveis. Os vídeos mapeiam a performance associada a objetos artísticos nos quais a montagem opera trânsitos entre fragmentos e sobreposições num discurso que põe em pauta questões relativas à natureza, à paisagem, à cultura e à arte. A instalação é um elogio à resistência que encontra em cada poética uma forma nova de prosseguir na lapidação do cotidiano.”



Luciana Paiva e Rafael da Escóssia. Ministério da Solidão, 2021 (still).
2/7/2021

Ministério da Solidão・Luciana Paiva e Rafael da Escóssia


De 2 a 23 de julho, apresentamos Ministério da Solidão, ocupação da nossa vitrine por Luciana Paiva e Rafael da Escóssia. A obra está disponível para visitação 24 horas por dia, em todos os 7 dias da semana.

Ministério da Solidão é uma instituição-instalativa resultante de diálogos entre Luciana Paiva e Rafael da Escóssia realizados desde 2019. Interessadas pelas dinâmicas de poder no Distrito Federal e pelos mecanismos de validação institucional no campo das Artes Visuais, as artistas partiram da forma do Plano Piloto para produzir biscoitos e os consumir no espaço interno da galeria enquanto uma câmera de segurança as vigiava. A instalação articula questões como o (privilégio do) isolamento social e institucional em tempos de pandemia, controle, oficialidade e militarismo.



Anabi. BAGATELAS, 2021 (detalhe).
4/6/2021

BAGATELAS・Anabi


De 4 a 25 de junho, deCurators e Alfinete Galeria apresentam BAGATELAS, ocupação da nossa vitrine por Anabi. A instalação está disponível para visitação 24 horas por dia, em todos os 7 dias da semana.

BAGATELAS nasceu de um grande projeto de colcha de retalhos, costurado sem imagens, posteriormente destruído e reconstruído em pequenos pedaços. Bagatela, em português, significa aquilo de pouco valor ou importância, no entanto, a bagatela aqui pensada é a musical (bagatelle) que diz sobre peças de curta duração e de caráter improvisatório ⏤ ou des-formal.”


Wisrah Villefort. Husbandry, 2021. 
7/5/2021

(S)・Wisrah Villefort


De 7 a 28 de maio, deCurators e GUAVA apresentam (S), o primeiro projeto solo de Wisrah Villefort em Brasília, com curadoria de Thiago Granai. Realizado na vitrine da galeria e no website guava.gallery, o projeto explora dimensões de sensação sonora presentes nas associações estabelecidas entre os ambientes expositivos e os trabalhos exibidos, disponíveis para visitação 24 horas por dia, em todos os 7 dias da semana.


Igu Krieger. Cascamadas, 2021 (detalhe). 
9/4/2021

Cascamadas・Igu Krieger


De 9 a 30 de abril, deCurators e Index apresentam Cascamadas, ocupação da nossa vitrine por Igu Krieger, com curadoria de Shesna Lyra. A instalação está disponível para visitação 24 horas por dia, em todos os 7 dias da semana.

Cascamadas é um cruzamento entre pintura, matéria têxtil e escultura, estrutura que surgiu das investigações contínuas do artista com materiais tradicionais e suas associações culturais iminentes. Cascas e panos, originalmente criados para proteger a matéria orgânica que revestem ⏤ naturalmente adaptados à cada ambiente onde estão inseridos ⏤ recobrem o interior da vitrine.”


Xibi Rodrigues. Das pragas sociais sou a pior cocorócocó, 2021 (detalhe).
12/3/2021

A Pilastra + Xibi Rodrigues


Encerrando o projeto com chave de ouro, A Pilastra convida Xibi Rodrigues, artista plástica, produtora cultural e poeta moradora da RA 14, São Sebastião, há 23 anos, para ocupar nossa vitrine com a instalação Das pragas sociais sou a pior cocorócocó. A instalação está disponível para visitação 24 horas por dia, em todos os 7 dias da semana, de 12 de março a 2 de abril.

A ocupação faz parte do projeto obrazilnãoconheceobrasil. Viabilizado por recursos da Lei Aldir Blanc, obrazilnãoconheceobrasil consiste na ocupação da vitrine do deCurators por três espaços de Brasília que estiveram fechados para o público em 2020: Pé Vermelho, Galeria Risofloras e A Pilastra.


Carla Barreto. Projeto de intervenção na CAL com o coletivo Voxel Lab, 2017.
8/3/2021

8M deCurators


Para marcar os sete anos de abertura do deCurators, que acontece, não por coincidência, no dia 8 de março, decidimos instituir um prêmio anual para homenagear as mulheres incríveis que fazem nosso espaço acontecer: 8M deCurators.

Neste primeiro ano, o prêmio vai para a multiartista brasiliense Carla Barreto, companheira de inúmeras curadorias e expografias podreiras, responsável pela icônica intervenção “880 tijolos fazem uma parede” e presente na história do espaço desde que ele era apenas um sonho louco.


AYA. CÃO CAO-S, 2021 (detalhe).
15/2/2021

Galeria Risofloras + AYA


De 15 de fevereiro a 5 de março, a Galeria Risofloras convida AYA para ocupar nossa vitrine com a instalação CÃO CAO-S. AYA é uma artista da Ceilândia que, através de seu trabalho, caminha nos segmentos de fotografia, pintura, “pintura-instalação” ou “pintura-escultura” – assim nomeada pela própria artista por fazer arranjos de objetos como pregos, arames e descarte. A instalação está disponível para visitação 24 horas por dia, em todos os 7 dias da semana.

A ocupação faz parte do projeto obrazilnãoconheceobrasil. Viabilizado por recursos da Lei Aldir Blanc, obrazilnãoconheceobrasil consiste na ocupação da vitrine do deCurators por três espaços de Brasília que estiveram fechados para o público em 2020: Pé Vermelho, Galeria Risofloras e A Pilastra.


Dona Severina. NINHOS, 2021 (detalhe).
15/1/2021

Pé Vermelho + Dona Severina


Pé Vermelho convida Dona Severina, artista de Pau dos Ferros que há décadas mora em Planaltina, e que, desde criança, desenvolve seu trabalho com o uso de materiais descartáveis aplicados à construção de bichos, para ocupar nossa vitrine com a instalação NINHOS. A instalação está disponível para visitação 24 horas por dia, em todos os 7 dias da semana, de 15 de janeiro a 5 de fevereiro.

A ocupação faz parte do projeto obrazilnãoconheceobrasil. Viabilizado por recursos da Lei Aldir Blanc, obrazilnãoconheceobrasil consiste na ocupação da vitrine do deCurators por três espaços de Brasília que estiveram fechados para o público em 2020: Pé Vermelho, Galeria Risofloras e A Pilastra.