Cenas de Ódio, Morte e Progresso

Cenas de Ódio, Morte e Progresso, com trabalhos de João Angelini e curadoria de Marco Antônio Vieira, ocupou o deCurators de 17 de janeiro a 9 de fevereiro de 2020. Leia o texto curatorial aqui.

Em 4 de fevereiro houve uma noite de vigília em torno da performance/instalação Look on the bright side, babe, desenvolvida por João Angelini especialmente para a vitrine do espaço.

Look on the bright side, babe consiste em uma engenhosa articulação entre um relógio de vela de 360 horas cravejado de cápsulas de bala, um osso pélvico de vaca e uma bola de arame farpado, entre outros elementos. O osso pélvico, junto à bola de arame farpado, dependura-se em um fio que atravessa o relógio de vela, de modo que, à medida que as 360 horas minguam, o fio se rompe. A queda do osso e do arame, vertiginosamente calculada. O estampido reverberado pelas bacias de metal. 

Em 3 de março, o curador Marco Antônio, João Angelini e Gisel, fundadora do deCurators, estiveram no espaço GPS para a mesa redonda História(s) à margem: uma conversa em torno da Arte Contemporânea no DF. Fotografia: Bruno Cavalcanti